Open outcry

Da Thinkfn
Leilão público por open outcry

Open outcry, que em português se traduz como algazarra ou gritaria, mas que significa ordens por viva voz, é um método tradicional de leilão público feito através de ordens verbais e gestuais de compra e venda utilizadas pelos traders profissionais nos pits dos trading floors dos mercados de futuros ou nos trading floors das bolsas de valores.

A informação das ordens de compra e de venda que vão sendo transmitidas são normalmente escritas num quadro para que fique disponível para todos os traders.

Open outcry vs. Automated Trading Systems

Este método de leilão tem vindo a ser largamente substituído por sistemas automáticos de trading, que são mais baratos, mais acessíveis à globalidade dos intervenientes no mercado e onde a disseminação da informação é maior e as ordens “casam” perfeitamente.

Por outro lado, o open outcry oferece uma vantagem que não é possível extrair dos leilões através de sistemas automáticos de trading e que está na possibilidade de obter pistas e deixas através dos níveis de barulho e do comportamento dos outros traders sobre onde estão a acontecer os movimentos mais importantes do mercado.

O fim do open outcry

Actualmente, apesar do open outcry estar a cair cada vez mais em desuso, há bolsas de valores e de futuros que utilizam um sistema híbrido que possibilita conjugar o método tradicional de open outcry com outro mais tecnológico que permite aos investidores processar electronicamente as suas ordens, quase sem intervenção humana.

Exemplos de mercados com o tradicional open outcry

Ver também

Sites de referência