Ticker tape

Da Thinkfn
Máquina de ticker tape

A Ticker tape era a fita usada e impressa pelas máquinas de cotações do início do século XX. Estas máquinas, baseadas na tecnologia do telégrafo, imprimiam um nome resumido do título junto com a sua cotação.

O termo ticker e ticker tape vem do barulho que estas máquinas produziam enquanto imprimiam na fita.[1]

Quando vemos referências a "tape reading" / "ler a tape", é a esta fita que que elas se referem e foi dela que nasceu a expressão. A tape é também a sequência de cotações nela impressas.


História

A primeira máquina de impressão de cotações baseada na tecnologia do telégrafo foi inventada em 1867 por Edward A. Calahan da American Telegraph Company.[2]. Originalmente os símbolos e cotações eram transmitidos usando código morse, permitindo enviar a longas distâncias as cotações do mercado em tempo útil. Até aí os métodos primitivos de enviar as cotações, por voz ou mensagens escritas, significavam que o que era difundido eram essencialmente resumos da sessão diária. A ticker tape deu origem a um mercado mais contínuo a distâncias maiores.

Uma das primeiras máquinas a imprimir os tickers de forma alfanumérica seria em 1869 o Universal Stock Ticker de Thomas Edison in 1869. Esta funcionava com uma máquina de escrever eléctrica ligada a um telégrafo.

Já no século XX, nos anos 30, desenvolvimentos tecnológicos foram tornando estas máquinas mais práticas, no entanto elas sempre tiveram um atraso significativo para os acontecimentos no mercado, de 15 a 20 minutos, algo que foi ainda mais notório no crash de 1929, onde devido À forte actividade o atraso aumentou substancialmente.

Hoje em dia, vemos o uso de ticker tapes simuladas, tanto em websites como em programas de TV (sendo o mais famoso o da CNBC).


Ticker.png


Ver também


Referências

  1. Compreendendo a Ticker Tape
  2. Quem inventou a ticker tape?


Links relevantes