Juro

Da Thinkfn
float

Juro (interest) é o montante pago, ou recebido, em troca do empréstimo de um activo. O juro é recebido por quem empresta, chamado o credor ou o mutuante (lender), e pago por quem toma emprestado, chamado o devedor ou o mutuário (borrower).

O credor recebe o juro porque prescinde da oportunidade de aplicar o activo emprestado em investimentos alternativos. O devedor paga o juro porque beneficia do uso do activo antecipadamente, isto é, antes de incorrer no esforço necessário para o ter adquirido.

O activo que é mais emprestado é o dinheiro. Para o credor, o empréstimo de dinheiro é uma aplicação financeira. Para o devedor, o empréstimo de dinheiro é um financiamento.

Outros exemplos de activos que são emprestados são as acções (ver venda a descoberto), os bens de consumo adquiridos em prestações, ou os carros, aviões e fábricas contratados em regime de leasing. No caso do empréstimo de activos que não dinheiro, considera-se como montante emprestado o valor do activo em dinheiro e calcula-se o juro tal como para o empréstimo de dinheiro.

Terminologia

Capitalizacao.png

O juro resulta da aplicação de:

O juro é normalmente expresso em fórmulas financeiras pelo símbolo J.

Capitalização do juro

O prazo de aplicação é normalmente dividido em períodos iguais adjacentes chamados períodos de capitalização. O pagamento de juros tem lugar periodicamente após cada período de capitalização.

Os juros pagos periodicamente podem ser reinvestidos no próprio empréstimo (re-emprestados), ou não. Ao processo de reinvestimento, ou não, dos juros chama-se regime de capitalização.

Taxa de juro

Crystal Clear app xmag.png Ver artigo principal: Taxa de juro.

Chama-se taxa de juro à quantia do juro expressa como percentagem do capital. Por exemplo, uma taxa de juro de 3%.