Homem versus Máquina

Da Thinkfn
Homem v Máquina.jpg

Cada vez mais, o mercado está dominado por máquinas. Máquinas que executam program trading, máquinas que fazem market making, máquinas que arbitram. É exemplo disso o artigo já antigo aqui no thinkfn, “O Triunfo das Máquinas”.

Nisto, muitas vezes o homem vê-se num trade onde do outro lado está uma máquina. Muitas vezes já não é outro homem que temos que vencer num jogo de soma nula (quando é soma nula, felizmente não é sempre), é sim um bocado de metal que executa milhões de cálculos por segundo.

Pois bem, esta é a história de um desses confrontos.

Há, penso eu, 5 anos atrás eu decidi lutar contra uma máquina. A máquina cotava um Put Warrant sobre PTM com 2 cêntimos de spread. Obviamente a máquina gostaria de preçar esse Put Warrant de acordo com o que se passava em PTM, talvez mesmo fazer um hedge em PTM se alguém lhe comprasse ou vendesse Put Warrants.

E eu sabia que a máquina olhava para PTM. Então, resolvi fazer um teste. E se PTM subisse, a máquina cotaria logo a Put mais barata? Vamos ver. Coloquei uma compra 1 cêntimo abaixo da venda e comprei 1 acção no vendedor (isto foi há 5 anos atrás, não se pagava taxa de bolsa mínima por negócio). A máquina reagiu, a Put ficou instantaneamente mais barata.

Então, testemos o contrário: retirei a compra de PTM e coloquei uma venda 1 cêntimo acima do comprador. Vendi 1 PTM no mercado. A máquina foi instantanea, agora a Put valia mais pois PTM caía aceleradamente.

Era portanto chegada a hora de dar uma lição à máquina ... e a lição consistiu no seguinte, n vezes durante um dia:

Colocar uma compra de 1 PTM 1 cêntimo abaixo do vendedor, Comprar 1 PTM, Comprar milhares (penso que 10000) de Put Warrants.

Colocar uma venda de 1 PTM 1 cêntimo acima do comprador, vender 1 PTM, Vender milhares (penso que 10000) de Put Warrants.

Entre cada movimento a Put ficava com um Bid superior em pelo menos 1 cêntimo face ao ask aquando da compra das PTMs, portanto cada viagem dava 1 ou mais cêntimos por cada Put Warrant ... e obviamente isto foi repetido o dia todo.

No dia seguinte, o Put Warrant já cotava com pelo menos mais 1 cêntimo de spread ... eheh.

Como vêem, por vezes é perigoso deixar uma máquina previsível a transaccionar sozinha. Aquilo que fiz manualmente, se fosse feito por outra máquina a grande velocidade poderia ter sido ruinoso para o market maker.


Autor

Incognitus, em 2007-11-19

Comentários

Este artigo pode ser comentado no fórum, no seguinte tópico.

Disclaimer

Este comentário é um artigo de opinião e nunca uma recomendação de compra ou venda. Alerta-se ainda que a compra ou venda é da responsabilidade do investidor bem como o lucro ou perda daí existente. O Autor pode ter, e provavelmente tem, posições nos títulos referidos neste artigo. Em caso de dúvidas, deverá o investidor procurar um intermediário financeiro, a Euronext, ou a CMVM.