Fórmula mágica do investimento

Da Thinkfn

A fórmula mágica do investimento refere-se a uma técnica de investimento segundo os princípios do investimento em valor, descrita por Joel Greenblatt no livro The Little Book that Beats the Market[1].

Metodologia

Greenblatt sugere a aquisição de 30 "companhias boas", isto é, com um rendimento do capital investido (ROC) elevado, cujas acções estão baratas, isto é, com um rendimento dos resultados (earnings yield) elevado. Foi sugerido que esta fórmula mágica bate o mercado 96% das vezes e num período de 17 anos teve um rendimento médio anual de 30,8%[2].

Fórmula

A fórmula mágica pode ser resumida na sua essência da seguinte forma[2]:

  1. Estabelecer uma capitalização bolsista mínima, normalmente superior a 50 milhões de dólares
  2. Excluir acções de utilities públicas e de empresas financeiras (bancos)
  3. Excluir companhias estrangeiras (American Depositary Receipts)
  4. Determinar o rendimento dos resultados de cada companhia: earnings yield = EBIT / EV
  5. Determinar o rendimento do capital de cada companhia: ROC = EBIT / (activos fixos líquidos + fundo de maneio)
  6. Ordenar cada lista por ordem decrescente e somar as posições em cada lista. Uma companhia que está em 10º lugar no rendimento do capital e 20º lugar no rendimento dos resultados, tem 10 + 20 = 30.
  7. Investir nas 20-30 companhias do topo, acumulando 2 a 3 posições por mês durante um período de um ano. Pretende-se deter cada companhia durante 1 ano.
  8. Re-equilibrar a carteira uma vez por ano. Vender as acções perdedoras dias antes de completar um ano de posse e as ganhadoras dias após completar um ano de posse, para aproveitar os benefícios fiscais. Comprar as companhias que estão agora no topo, após mais um ano de dados financeiros.
  9. Continuar durante um período de vários anos (3 a 5).

Referências

Links externos